Processador

Processador

O processador é como um microchip dedicado. Sua função é acelerar, direcionar, analisar ou preparar dados de acordo com a aplicação. Basicamente, um processador é uma máquina de calcular mais do que poderosa: ele recebe uma certa quantidade de dados, orientado nos modos binários 0 e 1, e tem a função de responder a essa quantidade, processando a informação de acordo com as instruções armazenadas em sua memória interna.

Pequeno, mas poderoso

O processador é o componente mais importante do computador, é o cérebro da sua máquina. Ele converte programas em dados que você usa. A velocidade com que seu sistema executa programas, carrega páginas e baixa, é parcialmente responsável pelo processador. Hoje, a maioria dos computadores usa processadores Intel®, que são classificados de acordo com diferentes linhas e gerações.Entenda mais sobre a sua complexidade

Na verdade, ele é um mecanismo complexo onde um detalhe pode fazer toda a diferença. Sim, estamos falando de um desempenho que difere dependendo do tipo de processador. Nesse caso, é claro, é importante escolher o modelo que se adapta às suas necessidades. Dependendo do software e da necessidade das funções a serem executadas pela estação de trabalho, um processador terá um desempenho melhor do que o outro. Isso não quer dizer que existam opções melhores ou piores, mas sim modelos que estão mais focados em algumas tarefas do que em outras. Se pudéssemos comparar o papel do processador ao do corpo humano, seria sinônimo de nosso cérebro.

Tipos de processadores

Nesse sentido os processadores possuem diversos modelos e especificações que variam de acordo com o número de núcleos, processamento, frequência e suporte para overclock. Abaixo está a classificação desses itens de acordo com os critérios mencionados.

Single-core ou multi-core

Esta função indica o número de núcleos de processamento que um processador pode ter, varia de apenas 01 núcleo a mais de 32 núcleos. Quanto maior o número de cores, maior a capacidade de processar tarefas ao mesmo tempo e acelerar os programas da estação de trabalho.

Arquitetura de 32 ou 64 bits

Este recurso está relacionado à capacidade de processamento de informações que um processador pode ter. Somente com chips de arquitetura de 64 bits é possível ao computador aproveitar quantidades maiores que 3GB de RAM, além de processar blocos maiores de dados de forma inteligente.

Compatibilidade de overclock

Esta é uma técnica usada para aumentar a velocidade nominal do processador e dar ao usuário um desempenho superior ao normal. Os processadores que possuem essa capacidade são identificados como “Desbloqueados”, no caso da Intel, ou “Black Edition”.

É importante saber que o processamento excessivo dos processadores pode fazer com que esses itens se desgastam mais rapidamente, além de obrigar o usuário a equipar a máquina com sistemas de refrigeração mais eficientes para evitar o aquecimento dos aparelhos.

O que levar em conta antes de comprar um processador?

Todos os processadores são criados diferentes. Mas, obviamente, a escolha de um processador depende de suas necessidades, ou seja, se você tem outro computador para usar no trabalho, na faculdade ou apenas para passatempos, como jogar algum game. As características técnicas que distinguem um processador de outro incluem a frequência operacional, a quantidade de memória e o número de núcleos.

Quanto mais novo, melhor

Portanto, ao comparar os modelos, vale considerar não só a velocidade indicada, mas também a geração dos chips e também a marca. Testes de benchmark e comparações em sites especializados podem ajudar, pois mostram detalhes como onde foram usados, se foram melhores ou piores em um determinado cenário. Além do aumento da eficiência, as gerações recentes terão suporte para as tecnologias atuais, como PCle 4. 0, memória DDR4, entre outras. Outro benefício é a segurança, pois em alguns casos são necessárias correções de hardware.

Grid List

Exibindo 1–15 de 16 resultados